Pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos.

Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%.
http://www.r7.com/r7/media/2014/20141020-Voxpopuli-Presidencia/20141020-Voxpopuli-Presidencia.jpg
Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descontando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores entre o último sábado (18) e domingo (19) em 147 cidades do País. O levantamento, que tem nível de confiança de 95%, foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.
  http://www.r7.com/r7/media/2014/20141020-Voxpopuli-Presidencia/20141020-Voxpopuli-Presidencia.jpg
Intenção de voto por região
O Vox Populi fez a divisão das intenções de voto totais por região do País. Dilma vence no Norte, Centro-Oeste e Nordeste, enquanto Aécio tem melhor desempenho no Sul e no Sudeste.
No Centro-Oeste/Norte, Dilma tem 50% das intenções de voto contra 42% do tucano — brancos e nulos são 5% e indecisos, 3%. No Nordeste, Dilma também vai melhor: tem 66% das intenções de voto contra 26% do tucano — brancos e nulos são 3% e indecisos somam 4%.

No Sudeste, onde está o maior colégio eleitoral do País (São Paulo, com mais de 22% dos eleitores brasileiros), Aécio tem 50% das intenções de voto contra 34% da petista. Brancos e nulos são 8%, enquanto 1% não pretende votar e 5% não sabem ou não responderam.
No Sul, de novo, Aécio tem melhor desempenho. O tucano tem 56% da preferência do eleitorado, contra 34% da presidente. Brancos e nulos são 2%, e indecisos somam 8%.
Desempenho de Dilma

A pesquisa também quis saber dos eleitores as impressões sobre a presidente Dilma Rousseff. Para 43% dos entrevistados, a forma de governar de Dilma é “ótima” ou “boa”.
Outros 36% julgam “regular” o desempenho da presidente. Os eleitores que consideram a forma de administrar o País “ruim” ou “péssima” são 21%. Por fim, 1% não sabe ou não respondeu.





Com R7

 

João Batista Alves de Lira e Alex Aurélio Dias dos Santos apostaram um veículo Toyota Hilux , ou cento e dezoito mil, baseado em suas opções políticas no segundo turno das eleições estaduais.

Defensor da candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB), João Batista revelou que já ganhou R$ 12 mil no primeiro turno, guando apostou que Pedro Cunha Lima (PSDB) seria o deputado federal eleito mais votado no estado, agora, João quer ganhar R$ 118 mil, caso o tucano vença a disputa.

Alex Auréliano está na torcida pela vitória de Ricardo Coutinho (PSB), caso o socialista vença, ele vai ficar com o veículo.

A regra da aposta é que o vencedor será aquele que apostar no governador eleito. Registrada em cartório, os bens já estão sob custódia de um intermediador da aposta.


Écliton Monteiro - MaisPB

 

O vice-prefeito de Teixeira, Deci Queiroz (PMDB), esteve na tarde desta segunda com o candidato a governador pela Coligação A Vontade do Povo, Cássio Cunha Lima. Na audiência, Deci comunicou uma decisão tomada em conjunto com suas bases: a partir de agora, engajado na sua eleição.

Além do vice-prefeito Deci, quem esteve também com Cássio foi o vereador Carlos de Teína, presidente do PMDB local e que votou no primeiro turno, a exemplo do vice-prefeito, no candidato do PMDB, Vital do Rêgo.

Por não concordarem com a decisão da cúpula partidária pelo apoio ao atual governador, quando ambos declararam ser difícil votar em Ricardo Coutinho por causa das promessas não cumpridas com o município de Teixeira, as duas lideranças políticas declaram apoio para Cássio.

“Com Cássio, a Paraíba tem certeza de que teremos um governante que trabalha e respeita o povo, ao contrário do atual governador, que insiste em fazer promessas e não cumprir”, destacou o prefeito.

Segundo o vereador Carlos de Teína, o compromisso de Cássio com o município diz respeito, essencialmente, à solução para uma grave falta de água que atinge Teixeira, principalmente nas comunidades de Vila Feliz e Pedra do Galo e que o atual governador sempre ignorou as solicitações.    Já  vice prefeito Deci, declarou que o apoio dele soma-se agora ao do prefeito Nego de Guri, tendo a certeza que a vitória de mais de mil votos de vantagem alcançada no primeiro turno na cidade será ampliada a partir de agora com a união de todos em prol da candidatura de Cássio.



Com Assessoria

 

O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação A Força do Trabalho, recebeu mais três apoios importantes na cidade de Poço de José de Moura, localizada no Sertão paraibano.

O presidente da Câmara Municipal, Chico Canuto (PTB), o vereador Joaquim Paulo (PP) e o suplente Jailson Batista (PTB) aderiram nesta segunda-feira (20) à campanha do socialista.
Intermediada pelo ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio (DEM), coordenador da campanha de Ricardo na região, as novas adesões ao projeto de reeleição do governador foram articuladas, em conjunto, pelas forças de situação na cidade, liderada pela prefeita Aurileide Moura (DEM), e de oposição, que tem à frente o vereador Geraldinho (PTB).

Os vereadores que anunciaram adesão a Ricardo disseram que pesou na decisão as obras que o governo socialista entregou na região, como a PB-393, que retirou Poço de José de Moura do isolamento. No primeiro, o governador venceu a eleição na cidade com 57,74% dos votos.
 
 
Assessoria
Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 52%
- Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
De acordo com o Datafolha, na reta final da eleição, os candidatos continuam empatados, no limite da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, mas Dilma aparece pela primeira vez numericamente à frente de Aécio em um levantamento feito após o primeiro turno.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 46%
- Aécio Neves (PSDB): 43%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 6%
Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.
O Datafolha ouviu 4.389 eleitores no dias 20 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01140/2014.
Certeza do voto
O Datafolha também perguntou, entre os dois candidatos, em quem os eleitores votariam com certeza, em quem talvez votassem e em qual não votariam de jeito nenhum. Veja os números:
Dilma
45% - votariam com certeza
15% - talvez votassem
39% - não votariam de jeito nenhum
1% - não sabe
Aécio
41% - votariam com certeza
18% - talvez votassem
40% - não votariam de jeito nenhum
2% - não sabem
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).
Avaliação do governo Dilma
O governo da presidente Dilma Rousseff é aprovado por 42% dos entrevistados da pesquisa. Esse é o percentual dos que avaliam o governo como ótimo ou bom.
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 42%
- Regular: 37%
- Ruim/péssimo: 20%
- Não sabe: 1%
G1


O Jornal da Paraíba registrou mais uma pesquisa de intenção de votos para governador do estado no segundo turno das Eleições 2014 nesta segunda-feira (20). A divulgação da pesquisa está prevista para o próximo sábado (25), dia anterior ao pleito.

Deverão ser entrevistados, pelo Instituto de Pesquisas Sociais Políticas e Econômicas (IPESPE), 1.500 eleitores entre os dias 23 e 24 de outubro. Esta é a segunda pesquisa registrada a ser feita pelo IPESPE para o segundo turno.

A área física de realização da pesquisa é o conjunto dos seguintes municípios do Estado da Paraíba: João Pessoa, Mamanguape, Sapé, Santa Rita, Bayer, Itapororoca, Jacaraú, Mari, Conde, Lucena, Pedras de Fogo e Caaporã na Mata Paraibana; Campina Grande, Solânea, Esperança, Alagoa Grande, Guarabira, Itabaiana, Cuité, Pocinhos, Cacimba de Dentro, Areia, Araçagi, Mulungu, Massaranduba, Fagundes, Gurinhém e Aroeiras no Agreste Paraibano; Monteiro, Santa Luzia, Picuí, São Vicente do Seridó, Taperoá e Boqueirão na Borborema; e São Bento, Cajazeiras, Souza, Patos, Jericó, São João do Rio Peixe, Uiraúna, Aparecida, São José da Lagoa Tapada, Mãe D'Água, Piancó, Itaporanga, Conceição, Princesa Isabel e Teixeira, no Sertão Paraibano.

Com ClickPB




 

Os candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) aparecem empatados tecnicamente no segundo turno das eleições para a Presidência da República, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira. Segundo os dados da pesquisa, a petista aparece numericamente à frente do tucano, com 45,5% contra 44,5%. 
Ainda de acordo com os dados, 5,7% dos entrevistados optaram pelo voto nulo ou em branco e 4,3% não souberam responder.
Considerando apenas os votos válidos, a pesquisa apontou Dilma com 50,5% da preferência dos eleitores e Aécio, 49,5%.
Para a realização do levantamento, foram entrevistadas 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 unidades de Federação, entre os dias 18 e 19 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-01139/2014. 

A pesquisa, que estava marcada para ser divulgada às 11h desta segunda-feira, foi divulgada com atraso porque o site do CNT ficou fora de ar por alguns minutos.



Com Terra

 Carro estava parado em frente de um colégio

Um jovem teve um grande sustou na noite desse domingo (19) ao sair da missa em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, bandidos levaram as quatro rodas do veículo dele, que estava estacionado em frente de um colégio particular, na praça da Independência, no bairro de Tambiá. O veículo estava aparado por pedras.

Segundo a PM, o rapaz ligou para o 190 informando que o veículo Onix Preto estava suspenso por pedras após os pneus terem sido levados por bandidos.
A vítima relatou aos policiais que estava assistido a missa numa igreja que fica dentro de um colégio particular e ao sair encontrou o carro dele suspenso por pedras de paralelepípedos.
O jovem foi orientado a prestar queixa no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp), em Manaíra. Ainda de acordo com a PM, um reboque foi chamado para retirar o automóvel do local. Os suspeitos ainda não foram identificados.



Da Redação com Portal Correio

Em um protesto solitário, um homem nu subiu no muro de uma instituição psiquiátrica em Moscou, na Rússia, e cortou parte da própria orelha.

A performance artística do russo Pyotr Pavlensky acabou pouco depois, quando foi detido por seguranças o Ministério do Interior.

Segundo Pavlensky, esta foi uma forma de protestar "contra o uso de psiquiatria forense com motivações políticas". Para ele, seu ato demonstra como a as autoridades podem cortar um indivíduo indesejado usando a psiquiatria.

Além desta última performance, 'intitulada "Segregação", Pavlensky já realizou outras pelas apresentações de automutilação. Em 2013, ele pregou parte dos seus órgãos genitais na calçada da Praça Vermelha, também em Moscou, para protestar.


Rede TV 


O blog Preto no Branco, do Jornal O Globo, fez um levantamento de algumas afirmações dos candidatos no debate deste domingo (19) e checou o que ofi verdadeiro ou mentiroso.
Confira:

Aécio e hidrovias
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, falou sobre obras em hidrovias afirmou que:
"As hidrovias anunciadas estão todas elas no papel"

Segundo o site do PAC 2 sobre hidrovias, um total de 57 empreendimentos entraram no programa federal. Desse total, 16 aparecem como "concluídas" e oito como "em obras". Entre elas, está a hidrovia Tietê- SP.
---
Dilma e delegacias em MG
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, falou sobre a Segurança Pública em MG e afirmou que:
"Dos 853 municípios de Minas, 443 possuem delegacias, os outros não possuem"


Segundo o site da Polícia Civil de Minas Gerais, apenas 18 municípios mineiros não possuem delegacias. Pelas contas da presidente Dilma, seriam 410 municípios sem instalações da Polícia Civil.

As cidades sem delegacias em Minas são: Abre Campo, Açucena, Aracitaba, Belo Oriente, Bom Repouso, Caratinga, Carneirinho, Congonhal, Dores do Campo, Ipaba, Jacutinga, Mário Campos, Matipó, Mesquita, Monte Sião, Santa Maria do Suaçuí, São João Evangelista e Timóteo.

---

Dilma e TCE-MG
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, leu uma frase que ela atribuiu a um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais:
"Conselheiro do TCE diz que 'é duro engolir que vacina para cavalo seja contabilizada como despesa com Saúde'".



De acordo com relatório do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, o conselheiro Sylo Costa, em reunião de conselheiros que analisou a distribuição de recursos para a saúde em Minas Gerais, realmente afirmou que: "Tenho de confessar que é duro engolir que vacina para cavalo seja contabilizada como despesa com Saúde. Entendo que despesa com Saúde tem de ser aquilo que é gasto com o SUS – Sistema Único de Saúde".

---

Dilma e Samu
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, afirmou que:
"O SAMU atende 149,9 milhões de pessoas"

Segundo o Ministério da Saúde, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência atende 149,9 milhões de pessoas e possui 3.181 unidades móveis.
---
Aécio e Vaccari Neto
CRISTINA TARDÁGUILA19.10.2014 22h50m
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, falou sobre a delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Nesse momento, citou o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e afirmou que:
"Em Itaipu, ele (Vaccari) tem crachá"

Segundo o site de Itaipu Binacional, João Vaccari Neto aparece como membro do "conselho de administração".
---
Dilma e desemprego
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, afirmou que:
"O desemprego no Brasil é de 5%, a menor taxa da história".

Segundo série histórica do Ipeadata, a taxa de desemprego no Brasil em agosto deste ano (o último dado disponível) é mesmo de 5%, mas, durante o governo Dilma, a taxa chegou a ser ligeiramente menor. Em dezembro de 2013, por exemplo, a taxa foi de 4,3%.
---
Aécio e crescimento
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, falou sobre crescimento do país e afirmou que:
"É o FMI que diz que a expectativa de crescimento (do Brasil) é de 0,3%"



Segundo a última projeção do Fundo Monetário Internacional (FMI), a expectativa de crescimento do Brasil é de 0,3%. O dado foi alterado no último dia 7. Anteriormente, a projeção de crescimento era de 1,3%.

---

Aécio e Simples
LUIZ ERNESTO MAGALHÃES19.10.2014 22h31m
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, afirmou que:
"Nos criamos o simples no governo Fernando Henrique"

A legislação original do Simples foi estabelecida pela Lei 9.317/1996 (Lei das Empresas e microempresas de pequeno porte). A lei foi sofrendo alterações ao longo dos anos.
legislação atual é de 2006 tendo sofrido alterações para expandir o enquadramento na legislação nos últimos anos.
---
Dilma e Supersimples
CRISTINA TARDÁGUILA19.10.2014 22h23m
No debate realizado neste domingo, 19 de outubro, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, falou sobre a criação do Supersimples e afirmou que:
"140 tipos de negócios foram incluídos no Supersimples"
Segundo o blog do Planalto, a reforma no Simples Nacional, sancionada no dia 7 de agosto pela presidente, beneficiará 142 categorias profissionais que antes não poderiam contar com esse regime tributário. 


O Globo

 

O instituto de pesquisas, ‘Grupo 6 Sigma’ negou ter sido responsável pelo vazamento de dados referentes a pesquisa que seria veiculada nesse sábado (18), pela TV Master e rádio Campina FM.
A nota oficial explicou ainda os motivos do cancelamento da divulgação da pesquisa de intenção de voto para governador do Estado da Paraíba. Segundo o documento, a pesquisa teve o registro cancelado pelo TSE, em respeito às resoluções da Legislação Eleitoral.

Confira a nota na íntegra:
Estão sendo divulgados em blogs, sites e redes sociais, pseudos dados estatísticos relativos a supostas pesquisas realizadas pelo Grupo de Pesquisas 6Sigma. Vimos por meio desta nota, informar à sociedade paraibana que esta empresa não é a responsável pela divulgação noticiosa, nem tampouco repercussão de dados inverídicos com explícitos interesses manipuladores da opinião pública. Informados ainda à população paraibana que ao contrário do que tem sido noticiado não existe nenhum contrato firmado entre esta empresa e o governo do estado, nem de forma direta ou qualquer pessoa que representasse o Excelentíssimo Senhor Governador Ricardo Coutinho. As informações das pesquisas 6 Sigma alimenta um sistema interno de estratégias eleitorais (SESS) utilizado por vários candidatos ao longo deste pleito. Todos os diretores e consultores do grupo, respeitados e com livre contato com todos os partidos e políticos da Paraíba, são orientados a não informar números e sim usar frases soltas sem significado a ser relacionado com os possíveis resultados. Informamos ainda que a suposta pesquisa a ser divulgada teve seu registro cancelado sendo respeitadas as resoluções do TSE no tocante a realização de pesquisas eleitorais e todas as legislações pertinentes ao período em curso. Outrossim, comunicamos aos responsáveis pelas divulgações inverídicas envolvendo nosso nome que o departamento jurídico de nossa empresa está tomando as devidas providências no tocante ao uso indevido de nossa imagem por veículos de comunicação não autorizados.


A diretoria



Com Paraíba.com
selesnafes.com



O Instituto de pesquisa IBOPE, divulgou na última sexta-feira a pesquisa de intenções de voto para o governo da Paraíba para esse segundo turno. Os números trouxeram uma discussão ferrenha entre aliados de Ricardo Coutinho (que comemoravam) e os de Cássio Cunha Lima (que diziam ser mentira e que teria sido comprada).

Bem veja os números:

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:(A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PB-00046/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-01106/2014.)

Ricardo Coutinho (PSB) – 48%
Cássio Cunha Lima (PSDB) – 42%
Branco/nulo – 6%
Não sabe/ não respondeu – 4%

Pois bem, só que uma observação na pesquisa deve ser feita,  a que a margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos. E onde estão os novos números?, estão na margem de erro que o IBOPE apontou, é diferenciado de outras pesquisas já que o instituto sempre dar 2 pontos como margem de erro, logo essa margem de erro divulgada nesta pesquisa aponta um empate técnico entre os candidatos, onde Ricardo dentro da margem de erro pode sair de 48 para  45% (ou de 48 para 51%) das intenções de voto e Cássio pode ir de 42% para 45% (ou cair para 39%). E pegando uma declaração dada por um membro da 6Sigma que teve sua pesquisa suspensa, mas citou que a eleição está "pau a pau", logo o IBOPE pode sim ter trazido esse "pau a pau" nessa margem de erro.



Por: Felipe Silva